Clínica Osasco: (11) 3685-9352 /(11) 3681-7565 /(11) 3682-9377 | Clínica São Paulo: (11) 2091-3700 | E-mail: instituto.neurologia@gmail.com

Os principais sintomas das dores nas costas!

Confira as causas listadas pelo Doutor!

 

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DE DORES NAS COSTAS?

A causa exata da dor é determinada em apenas 15% dos pacientes extensamente investigados.

          Na realidade não existe uma única causa que explique a dor de um sofredor de dor nas costas. Isto porque o homem é um ser complexo e está exposto a múltiplos fatores de risco que ocorrem ao mesmo tempo independentemente das situações a que está exposto. Existe sim uma complexa variedade de fatores de risco que se implicam de tal maneira que a resultante disso é a incapacidade do segmento que se expressa por dor nas costas. Didaticamente podemos dividir quanto a etiologia da dor nas costas em primárias e secundárias.

1.    CAUSAS PRIMÁRIAS DE DOR NAS COSTAS - quando a etiolgia da dor está na própria estrutura e nos próprios elementos da coluna. Estes são danificados primariamente. A Dor nas costas é causada por danos na estrutura dos elementos que a constituem. Ocorrem na maioria das vezes por traumas ou microtraumas sobre as vértebras, discos, articulacões, tendões, musculos, nervos que são a fonte da dor. Tambem dizemos que estas dores tem um carater mecanico, pois pioram ou melhoram com o movimentar da coluna. Certas atitudes melhoram a dor, certas atitudes pioram a dor.  Ocorrem em regiões aonde a curvatura da coluna são maiores, temos então as dores nas costas conhecidas como lombalgias (que ocorrem na regiao lombar) e cervicalgias (que ocorrem nas regiao cervical).

 

a.    As dores estão relacionadas às alterações biomêcanicas da unidade funcional espinhal. O disco intervertebral tem uma importante função  de absorver os impactos e as pressões sofridas pela coluna. Alterações na sua estrutura levam a seu mal funcionamento e consequentemente criam lesões permanentes que causam inflamação e dor.

b.    As dores estão relacionadas às alterações das estruturas por traumatismo direto: fraturas, luxações, e contusões. A perda da estrutura óssea e de seus elementos circundantes levam a disfunção de segmentos vertebrais.

c.    As dores estão relacionadas as alterações do desenvolvimento das estruturas (alterações congênitas) que a compõem: espinha bífida, fusões vertebrais, assimetrias e agenesias articulares, estenose congenita do canal vertebral, espondilólise.

d.    As dores estão relacionadas por danos a estrutura dos elementos que a constituem por perda da vitalidade dos seus elementos ou seja devido ao envelhecimento das estruturas que a constituem. Portanto falamos que a causa é de  origem degenerativa. A doença degenerativa se incia no disco, pois com o decorrer do tempo ele perde água o que causa diminuiçao de seu volume e de sua altura resultando numa aproximação das vertebras, esta aproximação leva a uma sobrecarga das articulações posteriores (facetas). Surge, então, zonas de atrito, entre a vertebras e entre as facetas e reativamente surgem pontes ósseas estabilizadoras na tentativa de estabilizar o segmento. Esta neoformação óssea reativa estabilizadora (osteófitos) sao conhecidos popularmente como bicos de papagaio  devido ao seu formato muito parecido.

Estenose do canal medular

e.    Dor causada por danos a estrutura dos elementos que a constituem por sobrecargas posturais, por desvios na curvatura, por acentuação ou retificação das curvaturas: hiperlordose lombar, escoliose (hiperlordose , cifose).

f.     Idiopáticas – quando não conseguimos explicar. A dor nas costas piora com certos movimentos, melhora com outros, tem um carater mecânico-postural, observam-se contraturas musculares, zonas dolorosas. Torcicolos, síndromes miofasciais.

 

Considerações: o portador de dor nas costas de carater tipo mecânico tem dores predominantemente durante suas atividades físicas e posturais, ou seja a dor é desencadeada pela atividade física ou pelo exercício e melhora com o repouso.

 

 

2.    CAUSAS SECUNDÁRIAS DE DOR NAS COSTAS – quando a própria estrutura e os elementos são danificados secundariamente.  A Dor nas costas surge agora por lesões secundárias que alteram a estrutura e os elementos da coluna vertebral. A aqui a lesão não é primária e mudanças nas  atitudes posturais não modificam a dor, portanto a dor não tem um cárater mecânico, daí serem classificadas como não mecanicas. A dor pode estar  relacionada a:

 

a.    Doenças Inflamatórias ou reumáticas

Doenças autoimunes, Doença inflamatória de origem sistêmica – espondilite anquilosante, artrite reumatóide

b.    Doenças Infecciosas

Discite infecciosa, osteomielite, tuberculose, síndrome de Grizel e infecção por fungos.

c.    Doenças Neoplásicas

·         tumores primários dos ossos e tecidos moles, osteomas, osteoblastoas

·         tumores primários da cauda equina, medula

·         tumores metastáticos de mama, prostáta, pulmão, rim, tiréoide, intestino, leucemias e linfomas

d.    Doenças Metabólicas ou relacionas a doenças sistêmicas

Hiperparatireoidismo, hipercortisonismo, osteoporose e diabetes.

e.    Doenças Psicossomáticas ou psicogênicas

O cortex faz uma leitura errônea e indentifica dores nas costas sem esta estar associada à uma alteração anatômica local ou sistêmica.

Depressão, ansiedade, fibromialgia

f.     Doenças Referidas de outros órgãos

São descritas na literatura também como viscerais(vicerogênicas)

A lesão está localizada em outros orgãos que não na coluna, mas o interessante é que o seu cortex cerebral diz que está.

Doença gastrointestinal (Pancreatite, diverticulite)

Doença genitourinárias (ITU, nefrolitiase, dismenorreia, prostatite, pielonefrite, gravidez tubaria, endometriose,etc.)

Doença vascular (aneurisma da aorta abominal, obstruções vasculares)

O Infarto agudo do miocárdio pode gerar uma dor neurogênica que pode ser referida na coluna vertebral.

 

Considerações: o portador de dor nas costas de carater  não mecânica melhora com o movimento e piora ou aparece com o repouso. A dor pode ser noturna ou ao acordar e pode ou não  estar acompanhada de rigidez matinal .

Outros Artigos:

1

Problemas na Coluna

Suas dores nas costas estão sob controle? Quando meu medo é maior que minha dor nas costas? Quando minha dor nas costas é maior que meu medo?
2

Por que tenho dor nas costas?

Será que existe uma explicação para a minha dor nas costas?
3

Saúde da Coluna

Afinal, quando devo me preocupar com a dor nas costas?
4

Curvas na coluna?

Curvas fisiológicas da coluna
5

Será que existe uma possível explicação para a dor nas costas?

Entenda o conceito histórico da coluna vertebral!
6

A coluna vertebral e seus envoltórios

Vamos falar um pouco da Anatomia da Coluna Vertebral
7

A Boa Condição Física para a saúde

Confira a dica selecionada pelo doutor especialista em coluna vertebral!
8

Postura para o uso de computadores

Confira as dicas referente a postura da coluna no uso de computadores.
9

Definindo a função da coluna!

Saiba qual a função da coluna vertebral.
10

Conheça as causas e riscos da dor nas costas!

As causas e riscos selecionadas pelo Doutor.
11

O que fazer na presença de um sofredor de dor nas costas?

Confira o conceito dividido em 4 passos!
12

O que fazer na presença de um sofredor de dor nas costas?

Confira o conceito dividido em 4 passos!
13

Os principais sintomas das dores nas costas!

Confira as causas listadas pelo Doutor!
14

Quais são os exames complementares que podemos pedir para o sofredor de dor nas costas?

Saiba quais são os exames necessários para o diagnóstico.
16

Quais as opções do paciente no tratamento de dor nas costas?

Saiba quais são os objetivos e opções no tratamento de dor nas costas!
17

Qual é o tratamento não cirúrgico da dor nas costas?

Confira os tratamentos especificados pelo Doutor.
18

QUAL É A EVOLUÇÃO DO PORTADOR DE DOR AGUDA NAS COSTAS?

QUAL É A EVOLUÇÃO DE UM PORTADOR AGUDO DE DOR NAS COSTAS?
20

Como tratar o portador agudo de dor nas costas?

Saiba como o Doutor aborda o paciente!
21

Quando o tratamento cirúrgico se torna indispensável para o sofredor de dor nas costas?

Saiba quando é necessário realizar o tratamento da coluna vertebral!
22

Quando operar o sofredor de dor nas costas?

Saiba qual é o melhor momento para a cirurgia!
23

Perguntas que temos que responder sobre a cirurgia da coluna vertebral.

Em que situações a cirurgia da coluna pode acontecer? Quando a cirurgia da coluna é uma Emergência? Quando a cirurgia da coluna é uma cirurgia eletiva?
24

Tratamento cirúrgico da coluna versus alvo causador da dor.

O tratamento está dirigido de acordo o alvo causador da dor
25

4º passo no diagnóstico da dor na coluna

Saiba como o Doutor investiga seu problema na coluna!
26

Qual é o melhor tratamento para a dor nas costas?

Veja a conclusão do Doutor sobre a melhor maneira de solucionar seu problema!
27

Os 3 pilares do tratamento de dor nas costas!

Conheça o princípio do tratamento e suas caracteristicas.

Sobre a Clínica

Nossa Clínica:

A principal função é a dedicação com os nossos pacientes. Aprimoramos nosso atendimento para fornecer informações, esclarecer as dúvidas, solucionar problemas, para facilitar um tratamento que gere satisfação, segurança e tranquilidade aos nossos clientes.

Procedimentos

Quais são os materiais de Osteossintese?

Saiba como é a instrumentação da cirurgia da coluna!

O que é instrumentação em cirurgia da Coluna Vertebral?

Porque são colocados parafusos de Titânio na coluna vertebral?

Você conhece os pricipais Procedimentos Percutâneos Minimamente Invasivos?

Através de punções com agulhas ou trocateres.
Leia mais...