Clínica Osasco: (11) 3685-9352 /(11) 3681-7565 /(11) 3682-9377 | Clínica São Paulo: (11) 2091-3700 | E-mail: instituto.neurologia@gmail.com

Tratamento cirúrgico da coluna versus alvo causador da dor.

O tratamento está dirigido de acordo o alvo causador da dor

http://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image001.jpg

 

1.  ALVO DISCO INTER-VERTEBRAL

Dor discogênica – dor que tem origem no disco intervertebral devido a físsura do ânulo fibroso.

Dor química – inflamatória

Características da dor discogênica: dor lombar geralmente sem irradiação, contudo,  pode irradiar para os membros inferiores, piora com a flexão e ao sentar. Pode piorar com espirros e com a tosse.

É a maior causa de dor lombar em adultos jovens. Os discos mais frequentemente acometidos são os lombares quase na totalidade dos casos.

Diagnóstico do nível doloroso – discografia provocativa (exame contrastado do disco)

Terapias intradiscais – visam reduzir a pressão no interior do disco  e a regressão da protusão dsical do anel fibroso.

Tem uma papel restrito no tratamento da dor lombar e ciática.

1.1. Discetomia a laser

1.2. Anuloplastia eletrotérmica intradiscal (IDEA) ou terapia eletrotérmica intradiscal (IDET) – procedimento realizado com anestesia geral que consiste na introduçao de um catéter flexível no interior do disco através de uma agulha sob orientaçao de um intensificador de imagem de raio X ( fluoroscópio)

1.3. Nucleoplastia – objetivo é a retirada  de tecido do núcleo pulposo da ordem de 10% por meio da introdução de um catéter no interior do disco, que transmite ondas de radiofrequência específica de maneira controlada provocando sua contração e aliviando a presaão interna exercida sobre a raíz nervosa afetada. O disco é tratado e não removido preservando o seu efeito de cochim estabilizador.

1.4. Prótese total discal

1.5. Artrodese fixa: para causar fusão óssea em uma articulação causando sua imobilidade

1.6. Bloqueio do ganglio da raíz dorsal espinhal de L2 - 

Realiza-se a radiofrequência pulsatil sobre o glânglio da raíz dorsal de L2 como opção terapêutica para a lombalgia discogenica inespecífica.

http://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image003.jpg

2. ALVO FACETAS

Dor facetária -  dor que tem origem nas facetas articulares. A degeneração das articulações da coluna lombar ocorrem  por processos de desgaste articular ou por processo inflamatório crônico.

Característica importante: a dor lombar geralmente piora na extensão e melhora com a flexão e pode ser irradiada para os membros inferiores até joelhos e tornozelos. Outro fator de piora é o surgimento da dor quando se realiza uma rotação lateral da coluna lombar.

2.1. Bloqueio facetário de prova ou químico ou diagnóstico.

2.2. Bloqueio ou denervação por radiofrequência das facetas articulares.

2.3. Rizotomia pulsada – através de uma agulha aplica-se pulsos espaçados e fracos ao nervo acometido. Isto modifica a forma como o nervo conduz as informações nociceptivas (da dor) diminuindo as sensações de dor,

2.4. Tratamento cirúrgico convencional: artrodese fixa ou semirigida

2.5. Bloqueio facetario por parafusos percutâneos ou por cirurgia convencional (transfacetário)

 

http://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image005.jpghttp://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image007.jpg

3. ALVO DO CORPO VERTEBRAL

Dor que tem origem por comprometimento do corpo vertebral

3.1.Vertebroplastia percutânea é um tratamento minimamente invasivo utilizado para o tratamento de fraturas do corpo vertebral por osteoporose, traumas ou tumores, este procedimento tem por objetivo o fortalecimento e a estabilização de sua estrutura óssea reduzindo a dor. Ele consiste na injeção de um cimento a base de acrílico no interior do corpo vertebral fraturado, através de uma agulha por radioscopia, tomografia, inserida na vertebra fraturada.

3.2.Cifoplastia percutânea é um tratamento minimamente invasivo,

similar a vertebroplastia, que utiliza um balão como facilitador para posterior introdução do cimento estabilizador da fratura.

http://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image009.jpghttp://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image011.jpg

3.3.    Stentoplastia percutânea, similar a vertebroplastia, que utiliza um stent como facilitador para posterior introdução do cimento estabilizador do corpo vertebral.

http://cirurgianeurocoluna.com.br/images/article/column/column-88/image013.jpg

Outros Artigos:

1

Problemas na Coluna

Suas dores nas costas estão sob controle? Quando meu medo é maior que minha dor nas costas? Quando minha dor nas costas é maior que meu medo?
2

Por que tenho dor nas costas?

Será que existe uma explicação para a minha dor nas costas?
3

Saúde da Coluna

Afinal, quando devo me preocupar com a dor nas costas?
4

Curvas na coluna?

Curvas fisiológicas da coluna
5

Será que existe uma possível explicação para a dor nas costas?

Entenda o conceito histórico da coluna vertebral!
6

A coluna vertebral e seus envoltórios

Vamos falar um pouco da Anatomia da Coluna Vertebral
7

A Boa Condição Física para a saúde

Confira a dica selecionada pelo doutor especialista em coluna vertebral!
8

Postura para o uso de computadores

Confira as dicas referente a postura da coluna no uso de computadores.
9

Definindo a função da coluna!

Saiba qual a função da coluna vertebral.
10

Conheça as causas e riscos da dor nas costas!

As causas e riscos selecionadas pelo Doutor.
11

O que fazer na presença de um sofredor de dor nas costas?

Confira o conceito dividido em 4 passos!
12

O que fazer na presença de um sofredor de dor nas costas?

Confira o conceito dividido em 4 passos!
13

Os principais sintomas das dores nas costas!

Confira as causas listadas pelo Doutor!
14

Quais são os exames complementares que podemos pedir para o sofredor de dor nas costas?

Saiba quais são os exames necessários para o diagnóstico.
16

Quais as opções do paciente no tratamento de dor nas costas?

Saiba quais são os objetivos e opções no tratamento de dor nas costas!
17

Qual é o tratamento não cirúrgico da dor nas costas?

Confira os tratamentos especificados pelo Doutor.
18

QUAL É A EVOLUÇÃO DO PORTADOR DE DOR AGUDA NAS COSTAS?

QUAL É A EVOLUÇÃO DE UM PORTADOR AGUDO DE DOR NAS COSTAS?
20

Como tratar o portador agudo de dor nas costas?

Saiba como o Doutor aborda o paciente!
21

Quando o tratamento cirúrgico se torna indispensável para o sofredor de dor nas costas?

Saiba quando é necessário realizar o tratamento da coluna vertebral!
22

Quando operar o sofredor de dor nas costas?

Saiba qual é o melhor momento para a cirurgia!
23

Perguntas que temos que responder sobre a cirurgia da coluna vertebral.

Em que situações a cirurgia da coluna pode acontecer? Quando a cirurgia da coluna é uma Emergência? Quando a cirurgia da coluna é uma cirurgia eletiva?
24

Tratamento cirúrgico da coluna versus alvo causador da dor.

O tratamento está dirigido de acordo o alvo causador da dor
25

4º passo no diagnóstico da dor na coluna

Saiba como o Doutor investiga seu problema na coluna!
26

Qual é o melhor tratamento para a dor nas costas?

Veja a conclusão do Doutor sobre a melhor maneira de solucionar seu problema!
27

Os 3 pilares do tratamento de dor nas costas!

Conheça o princípio do tratamento e suas caracteristicas.

Sobre a Clínica

Nossa Clínica:

A principal função é a dedicação com os nossos pacientes. Aprimoramos nosso atendimento para fornecer informações, esclarecer as dúvidas, solucionar problemas, para facilitar um tratamento que gere satisfação, segurança e tranquilidade aos nossos clientes.

Procedimentos

Você conhece os pricipais Procedimentos Percutâneos Minimamente Invasivos?

Através de punções com agulhas ou trocateres.

Procedimentos Percutâneos

Descubra os outros tipos de Procedimentos Percutâneos!
Leia mais...